Academic journal article Romance Notes

O Trajeto Autobiografico De Graciliano Ramos

Academic journal article Romance Notes

O Trajeto Autobiografico De Graciliano Ramos

Article excerpt

COM este artigo, pretendemos mostrar que a cogitacao autobiografica presente no espirito de Graciliano Ramos desde sua mais tenra idade motivou-se pela necessidade que o autor tinha de relatar suas experiencias passadas a partir de um significado reclamado pelo tempo presente e pela sua condicao de autodidata. Entenderemos por que ele precisa contar sua trajetoria, enfocando a fase em que ocorre seu aprendizado do alfabeto e a aquisicao dos letramentos que o levarao, no futuro, a tornar-se escritor. Alfabeto e letramento, assim, sao pintados como eventos cruciais que o transformam e estao associados ao proprio relato autobiografico. A narrativa de si mesmo, alem de cumprir sua funcao representativa, tem seu sentido completado como certificacao final da propria trajetoria de letramento. Apontamos assim uma sugestao de resposta que explique a razao de ser de Infancia, indicando semelhancas na trajetoria do autobiografo que o aproximam do percurso do autodidata. Pode-se dizer, pois, que a autobiografia e escrita como derradeira necessidade de representacao do autodidata.

Para verificar-se a genese do projeto do autobiografo, faremos referencia inicialmente ao lugar de Infancia dentro da obra de Ramos como um todo, e como tal narrativa funciona enquanto forca coesiva que traz novos significados para as experiencias relatadas, em outros livros do autor, por personagens ficcionais e autobiograficos. Para tanto, procede-se a esclarecimentos de como o menino de Infancia concatenase aos herois de outros livros, a comecar pelo protagonista de Angustia.

Angustia talvez seja o livro de Ramos mais criticado pelo proprio autor. Em uma carta do escritor a Antonio Candido, apresentada no prefacio de Ficcao e confissao (7-9), Ramos diz que Angustia e "um livro mal escrito [...]: muita repeticao desnecessaria, um divagar maluco em torno de coisinhas bestas, desequilibrio, excessiva gordura". Em Memorias do carcere, volta a avaliacao impiedosa:

Por que foi que um dos meus livros saiu tao ruim, pior que os outros? pergunta o critico honesto. E a alinha explicacoes inaceitaveis. Nada disso: acho que e ruim porque esta mal escrito. E esta mal escrito porque nao foi emendado, nao se cortou pelo menos a terca parte dele. (34)

Na opiniao de Candido, porem, Angustia, tecnicamente, "e o livro mais complexo de Graciliano Ramos. [...] Senhor dos recursos de descricao, dialogo e analise, emprega-os aqui num plano que transcende completamente o naturalismo" (80). Seja como for, "mal escrito" ou tecnicamente complexo, Angustia revela fatos muito uteis sobre Ramos e sua obra. O protagonista Luis da Silva, que vive numa casa velha e cheia de ratos, e um funcionario publico que, para complementar a renda, escreve textos sob encomenda para jornais. As vesperas de se casar com a vizinha Marina e com dividas contraidas pelos presentes comprados a noiva, o protagonista percebe o afastamento da amada depois que entra em cena Juliao Tavares, sujeito eloquente e rico, que lhe arrebata Marina, abandonando-a gravida. Humilhado e tomado pelo odio, Luis da Silva resolve matar Juliao Tavares, o que faz com sucesso.

Logo apos executar o crime, o protagonista cai enfermo por trinta dias. Ao fim do periodo de convalescenca, poe-se em andamento uma narrativa em primeira pessoa, atraves da qual se faz o resgate claro do passado atraves de reminiscencias. A estrutura do romance e a da memoria, constituida por um narrador de 35 anos que resume a historia de aproximadamente um ano de vida. O tempo e complexo, com varios retrocessos e avancos, mas, no geral, a partir de certo ponto, a voz narrativa passa a empregar tempos verbais passados. Como ha um numero razoavel de dialogos entre personagens, a impressao do presente contrasta com a voz do narrador, que e o centro focal de todo o texto. A narrativa parece tomar a forma do estado de espirito oscilante do protagonista. A progressao do assunto em Angustia e admiravel. Em certo ponto (33), a narrativa torna-se retrospectiva: focaliza a cena do encontro com Marina, no quintal do personagem Luis. …

Search by... Author
Show... All Results Primary Sources Peer-reviewed

Oops!

An unknown error has occurred. Please click the button below to reload the page. If the problem persists, please try again in a little while.